Capa Braulio

Árbitro Bráulio Machado

Em todos os jogos o mesmo problema…

O empate entre Palmeiras e Flamengo em 1 a 1, nesta quarta-feira (13/06/2018), na Arena Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, ficou marcado por uma arbitragem polêmica, para não dizer premeditadamente maldosa pelo árbitro Bráulio Machado .

O jogo acabou com seis expulsões, três de cada lado, sendo que o árbitro Bráulio Machado escolheu os jogadores do Flamengo para expulsar, com exceção ao Cuellar que estava no lance que ocasionou todo o tumulto final, sendo que Jonas e Henrique Dourado foram escolhidos para serem expulsos, provavelmente para beneficiar o próximo adversário do Flamengo. Percebam que ao jogador Felipe Melo, que deveria ter sido expulso por entradas fortíssimas, principalmente em Vinicius Júnior, só levou cartão amarelo.

O jogador Felipe Melo acabou chegando forte no Vinicius Jr, em duas ocasiões, na terceira já ficava visível que algo iria acontecer; pois o juiz deixava correr solta a pancadaria dos jogadores do Palmeiras, ficando evidente que algo de ruim iria acontecer antes do final da partida. Felipe Melo deveria ter sido expulso.

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, não perdoou o volante revelado pelo Rubro-Negro, nem o árbitro Bráulio Machado; “Podíamos ter ganho se não fosse a arbitragem… parece que faz parte do pacote… toda vez que a gente vem aqui, é isso… recuperamos a tradição (de sermos prejudicados)… é ridículo o Felipe Melo não ter sido expulso, lance covarde… Era pra ter saído de camburão”, disse Bandeira, também na zona mista. Todavia em sua gestão, esse árbitro Bráulio Machado é figura constante em jogos do Flamengo e sempre com arbitragens desse calibre.

Fica claro a inoperância do departamento jurídico do Flamengo, que permite um arbitro como o ser escalado para apitar os jogos do Flamengo, pois essa não é a primeira vez que esse árbitro Bráulio Machado tem uma atuação bem maldosa, quiçá premeditada. Como na partida entre Grêmio e Flamengo, válida pela trigésima terceira rodada do Campeonato Brasileiro 2015, bem como no jogo com o resultado de empate por 2 a 2 entre Flamengo e Atlético-MG pelo brasileiro de 2016. Até quando o Departamento Jurídico do Flamengo vai permitir esse arbitro apitando jogos do Flamengo?

Um exemplo claro é que num jogo complicado, ele dá de acréscimo cinco minutos, quando deveria ter dado dois minutos e pronto, mas como nas expulsões ele expulsou o goleiro do Palmeiras e um jogador de linha foi improvisado no gol, o que facilitaria para que o Flamengo vencesse o jogo, mas o arbitro vai e encerra a partida sem dar os três minutos de acréscimo. O árbitro Bráulio Machado estava mal intencionado e isso é para ser apurado, se esse campeonato for sério.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *