…o que não farão até o fim do mandato

O governo do presidente Jair Messias Bolsonaro já demonstra claramente a grandiosa mudança que será nesses quatro anos da Direita na presidência da República.

Vamos começar registrando a diminuição do número de Ministérios, que eram de 39 ministérios e que na gestão atual caiu para 22 ministérios.

Um contrato sem licitação da FUNAI de 45 Milhões de Reais foi barrado pela ministra Damares e cancelado um contrato de locação de caminhonetes para o IBAMA por vinte vezes o valor de mercado.

O presidente Bolsonaro pessoalmente mandou cancelar os contratos de patrocínio da Caixa Econômica Federal  com clubes de futebol no valor de 2,5 Bilhões. O BNDES devolve ao Tesouro Nacional 100 Bilhões de Reais e mais 6 Bilhões de Reais ao mês até o ano de 2022. Caixa Preta – BNDES, Fundo de Pesão, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil sendo investigados.

Ministro Onix acaba com mais de 320 cargos comissionados no Palácio do Planalto.

O vice-presidente da República o General Mourão acaba com 80 dos 145 cargos de assessores que teria direito, sendo que ele queria cortar 115 cargos, mas a lei não permite.

Em Minas Gerais 6 mil PTistas são demitidos e em Goiás mais 5 mil PTistas são demitidos.

Na boa, 580.000 beneficiários da Bolsa Família renunciam ao beneficio. Serão cancelados benefícios fraudulentos do INSS.

Inicia no MEC as alterações para acabar com o marxismo cultural nas escolas.

As ONGs serão monitoradas por um general.

Investigações em todas as demarcações de Terras Indígenas realizadas nos governos anteriores.

A Justiça aceitou a denuncia para classificar o PT como Organização Criminosa e ter seu registro de Partido Político caçado.

Caros leitores, se essa equipe fez e realizou isso em 10 dias, o que não farão nos próximos 4 anos de governo.

Deus seja louvado!

 

PB Papelaria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *