…em minha ótica são várias as razões

Esse caso foi um xeque-mate da esquerda em um governo com menos de 1 mês de vida, pois:

– Anulou a atuação do Senador da mais alta confiança do presidente eleito e minou qualquer possibilidade real de articulação anti-Renan no Senado;

– Ofuscou um escândalo de corrupção sem precedentes na ALERJ e ninguém lembra quem foi preso e de que grupos políticos estavam envolvidos;

E o número de deputados envolvidos é muito maior, sendo o deputado Flávio Bolsonaro o Único não envolvido

– Tirou o foco de outros 19 parlamentares e seus respectivos assessores da lista da COAF, que em si mesma não prova nada, apenas sobre o Flávio Bolsonaro;

– Colocou o Flávio Bolsonaro como culpado sem nem ao menos ser réu e responder um processo formal;

– Jogou uma suspeição sem precedentes na família Bolsonaro;

– Miraculosamente a grande mídia passou a ter a credibilidade que nunca teve e qualquer manchete dela tem força de sentença;

– O foro privilegiado passou a ser ruim, desnecessário e quase ilegal;

– O Ministério Público passou a ser órgão da mais pura isenção, seus agentes não possuem nenhum tipo de afinidade ideológica ou interesse obscuro no que quer que seja, e muito menos pode cometer qualquer tipo de excesso ou desvio;

– O Estado democrático de direito e o devido processo legal se tornaram meros detalhes e dispensáveis;

– Materializou a fanfic do eleitor do Bolsonaro arrependido, que a esquerda inventou logo após a eleição do Jair Bolsonaro;

– O PT e os partidos da esquerda voltaram a ser os paladinos da moralidade e o tal eleitor arrependido concorda com isso;

– Toda e qualquer iniciativa do governo está ofuscada pelo nome Queiroz;

– Os influenciadores de direita tiveram a oportunidade de condenar o Flávio para afetar isenção (não passam pano), mesmo que isso custe cometer uma possível injustiça;

– O eleitorado do Bolsonaro de outrora repete o mesmo discurso da esquerda: não tenho bandido de estimação, mesmo que ele ainda não exista.

Os maiores destruidores de reputação que se conhece na história conseguiram fazer tudo isso que mencionei sem muito esforço…

 

andre-sociologo

André Luiz dos Santos e Silva Júnior – Sociólogo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *