Não haverá  mais verbas

O Presidente da República em exercício o general Hamilton Mourao decretou na tarde desta quarta-feira, dia 23 de janeiro de 2018, o corte total de toda a verba governamental que é destinada aos canais de TV e mídia em geral.

A decisão veio após os ataques em massa que o Governo vem sofrendo com as acusações infundadas contra o Senador da República Flávio Bolsonaro, filho do presidente. A tentativa covarde de tentar relacionar o assassinato da vereadora Marielle Franco ao senador foi a gota d’água.

Segundo informações extra-oficiais, Bolsonaro ligou para Mourão e ordenou a assinatura do decreto que elimina totalmente a destinação de verbas públicas para a mídia.

Com essa decisão, alguns jornais como Folha de S. Paulo, Estadão, GloboNews e O Globo podem decretar falência em alguns dias. A Rede Globo também será drasticamente afetada com o decreto, perdendo cerca de 40% do seu orçamento total, o que claramente resultará na demissão de artistas e apresentadores.

O decreto estabelece que nenhuma mídia de TV ou internet deverá receber apoio financeiro por meio do dinheiro público, sendo obrigadas a se sustentarem com a venda de assinaturas ou contratos com patrocinadores, tonando-as assim independentes, como sempre deveriam ser.

Os brasileiros patriotas estão maravilhados com seus novos presidentes

Fonte: http://www.ocongresso.com/2019/01/urgente-mourao-decreta-corte-de-100-da.html?m=1&fbclid=IwAR15V_fc4RVeavjxORh0XLXB38fPb4onmxMb_0V2kY4jm8kyxgD-NnwPD0g

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *