Seria esse o resultado do discurso impedido…

A Casa Legislativa na pessoa da presidente, deve ter visto o retorno do prefeito condenado, como um grande temporal e para evitar um tsunami impediu o juiz Dr. Raphael Baddini de discursar…

Ora, a explicação da Câmara Municipal de que havia grandes chuvas por isso impediu o juiz Raphael Baddini de discursar é no mínimo a desculpa mais esfarrapada vista até hoje. Até porque ninguém viu essa grande porção d’água vinda dos céus.

As trovoadas podem sim, ser comparadas à ira de Deus contra tal decisão da Justiça no Rio de Janeiro; uma vez que a mesma reconduz um CONDENADO POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA ao posto de prefeito.

O próprio juiz Raphael Baddini gravou um vídeo sem nenhuma gota de chuva. A verdade é, que seu discurso não agradaria em nada o prefeito condenado que estava sendo reconduzido ao cargo, e por mera coincidência a presidente da Casa e comandante da festa não permitiu tal ensejo.

Vamos agora ver qual dos vereadores farão parte da base desse gestor condenado por improbidade, que deverá manter sua linha administrativa. A presidente com certeza.

No momento em que o juiz Raphael Baddini gravou o vídeo não havia chuva e nem vento.

Finalizando, a desculpa oficial da Câmara Municipal de Buzios lembra o ditado popular: “O CONCERTO FICOU PIOR QUE O SONETO”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *