Dedicação e atenção em um todo

A cientista do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano), Rubia Figueredo Gouveia, desenvolveu uma espuma ecológica capaz de absorver volumes de poluentes até 50 vezes superiores à sua massa. O produto é reutilizável e pode ser uma ferramenta importante em ações de despoluição que envolvem óleos e solventes nos oceanos.

“A gente compara a estrutura criada pela nanocelulose como se fosse um espaguete, e o látex é que dá essa liga para ele não se desfazer”, explica Rubia.

A “afinidade” com cada produto com a espuma influenciou no tempo de absorção, mas os resultados, na avaliação da cientista, mostrou que em todos os cenários apresenta rapidez – variou entre 1 e 10 segundos.

O LNNano faz parte do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, organização vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. Governo do Brasil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *