Cristãos norte-coreanos têm sido mortos

Cristão norte-coreanos têm sido mortos pelo governo comunista Norte Coreano. Dezenas de pessoas foram surpreendidas quando se preparavam para iniciar um culto. Guardas de segurança invadiram o local e todos os cristãos foram presos e executados, segundo fontes seguras.

Ação dos Guardas de Segurança do Governo Comunista Norte Coreano

O local do ataque não pode ser revelado por questão de segurança. E as famílias podem ter sido levadas para uma prisão política, somando mais de 100 pessoas. Essas pessoas detidas são torturadas nessas prisões e forçadas a trabalhos e condições subhumanas. Elas também ficam sem comida suficiente ou liberdade para fazer qualquer coisa.

Mais de 70 mil cristãos podem estar presos em campos de trabalho forçado no país

“Lei do Pensamento Anti-Reacionário”

A punição contra quaisquer pensamentos ou produtos externos se intensificou, após a recente promulgação da “Lei do Pensamento Anti-Reacionário” no país. Assim, tornou ainda mais difícil aos cristãos e líderes da igreja manterem seus cultos e reuniões de oração.

Perseverando na fé

Os cristãos da Coreia do Norte nunca pararam de adorar ou prestar culto a Deus. Portanto, apesar das circunstâncias, perseveraram em participar de reuniões subterrâneas e igrejas secretas. Confira o trecho da cartas de líderes da igreja secreta no país:

Diz a Escritura em João 14.27: “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo”. Como é gratificante saber que Deus já sabia que quando andássemos na sombra da morte e tribulação, quando caíssemos no medo, ansiedade, preocupação e desespero, ele derramaria sua paz e alegria para que vivamos e mantenhamos nossa vida espiritual com a paz e a alegria do Reino de Deus dentro de nosso corpo e coração.

Cristão norte-coreanos perseguidos, presos e executados sumariamente pelo Governo Comunista Norte Coreano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *