O mal interno causado pela friagem.

O inverno vai chegando e as pessoas se concentram mais em locais fechados para se aquecer, não é mesmo? Porém, como o ar está mais seco e frio nessa época do ano, ele fica mais carregado de partículas de ácaros e poluição, o que pode causar diversas doenças como sinusite, resfriado, alergias, pneumonia, gripes, etc.

Resfriados e gripes podem ser confundidos, mas é importante destacar que são duas doenças diferentes.

O resfriado tem duração de quatro a cinco dias, podendo se prolongar por até duas semanas. Trata-se de uma infecção mais branda causadas por vírus, como, por exemplo, adenovírus e rinovírus. Como sintomas, podemos citar: espirros, coriza, conjuntivite e dor de garganta. O tratamento é feito como analgésicos ou antitérmicos e a prevenção é simples, basta lavar bem nariz e mãos.

Já a gripe é a infecção das vias respiratórias superiores, tem duração de 5 a 7 dias e é causada pelo vírus do tipo “Influenza”. Os sintomas mais comuns são febre, secreção nasal, dor de garganta e dor nas articulações. A melhor maneira de evitar a gripe é a vacinação anual, lavar bem mãos e nariz, e evitar aglomerações.

Fique sempre agasalhado

Por isso, na estação mais fria do ano, tenha sempre com você um bom agasalho. Afinal, essa é uma das principais razões pela qual as pessoas pegam resfriados. Assim, basta estar agasalhado que você estará protegido de doenças típicas do inverno.

Com a chegada do inverno, as pessoas se preocupam com a gripe, resfriado, problemas respiratórios e alergias. Mas, muitas ainda desconhecem o risco de doenças circulatórias que a estação também costuma trazer problemas cardíacos.

O aumento de doenças respiratórias na época de frio também sobrecarrega o sistema cardiovascular e isso pode levar ao infarto. Para prevenir o infarto devido ao frio, tome alguns cuidados, como se manter bem agasalhado; alimentação que dê preferência às receitas compatíveis com a estação, e não esquecer de observar o controle de peso.

Elegância Masculina

Nos últimos dias, uma frente fria tomou conta de várias cidades brasileiras, levando os termômetros para baixo neste inverno. O tempo ajudou a tirar o agasalho do armário — foi quase impossível não fazê-lo —, mas será que fez jus à máxima de que “as pessoas se vestem melhor no frio”?

Para os homens, muitas vezes, a missão costuma ser mais difícil. Por isso, essas dicas para compor visuais de inverno para eles se protegerem do frio de um jeito elegante e com informação de moda.

A jaqueta de couro é um clássico eterno da moda masculina. Os anos passam, mas elas continuam atuais. E o melhor de tudo? As possibilidades são muitas, porque a jaqueta de couro é incrivelmente versátil. Combina com praticamente qualquer roupa que você escolher. Desde que não seja um look esportivo, claro.

Repare nas configurações da elegância masculina. Claro você não vai encontrar esse perfil em quem não tenha bom gosto.

Não tem como errar com a boa e velha camisa de flanela xadrez. Vai te deixar aquecido? Sim. Vai te trazer aquele visual rústico que está em alta? Sim. Vai dar para combinar com quase todo tipo de calça e jaqueta do seu armário? Sim. Então pode apostar sem medo.

Para enfrentar um vento gelado, nada melhor do que aprender com quem entende do assunto: os europeus. Eles sabem a importância de adotar camadas para esquentar o corpo. Em vez de usar só camiseta e jaqueta, aposte também num suéter intermediário para o look. Além de esquentar, isso cria um efeito bem estiloso de camada. Mas se o frio não for grande, dá para usá-lo sozinho também.

Uma alternativa para o suéter é o cardigã, que tem botões frontais. Essa é uma peça que está bastante em alta. Apesar dela ser mais confortável por natureza, fique esperto no caimento. Não deve sobrar muito tecido na altura da cintura e nos braços. Outro detalhe importante? Existem modelos de cardigã mais finos ou grossos. Escolhe um adequado para a região onde você mora. 

Como a camisa jeans é mais grossa e pesada do que os modelos clássicos de algodão, ela esquenta bastante. Ou seja, é perfeito para os meses frios. Além disso, o visual fica super estiloso quando você combina jeans com jeans. Lembrando sempre que o ideal é ter algum contraste entre a tonalidade de calça e da camisa.

Sempre sairá para o inverno como atuaalíssima e combina muito bem com o bom gosto masculino.

Não negligencie a meia, porque um pé quente traz conforto físico e emocional às pessoas. Sério, isso é científico. Se você não tiver uma grossa no armário, então, use duas. Outro detalhe importante: nada de meia branca. Elas são apenas para fazer esporte e não combinam com looks casuais. Dê preferência aos modelos pretos, escuros ou com padronagem.

Tá rolando um ventinho gelado? Aposte no cachecol. Primeiro, porque seu pescoço vai agradecer. Segundo, pois dará um toque de personalidade à sua roupa. Caso você não tenha muita experiência no assunto, jogue seguro. Invista em cores terrosas ou acinzentadas, sem franjas demais e com padronagens básicas.

Se uma mulher não aprecia esse look, ela não merece sua companhia nesse inverno.

Se não deixamos as pernas, braços e costas descobertas, faz sentido estender a regra à cabeça também, né? Especialmente para escapar do vento gelado na orelha. Se o look for casual, a aposta mais segura é sempre um gorro básico. A ocasião é social? Então cogite um chapéu. Ou, mais especificamente, um fedora, que tem a aba longa. O trilby (mais curto) é muito desatualizado.

Para a maioria das pessoas, usar luvas é um exagero. Mas se você morasse no Sul, talvez mudaria de ideia. Lá o frio tem proporções europeias às vezes. Os modelos de  são baratos, discretos e eficientes. Caso você queira algo mais elaborado, pode apostar no couro. E quanto menos detalhes, melhor.

blazer de couro é uma peça bem versátil, que cai muito bem em looks do social ao despojado. É lógico que, em muitos casos, ele não poderá substituir o blazer social comum, por exemplo num traje obrigatoriamente social completo, mas é uma opção para um look com um toque de modernidade.

Você não vai querer encontrar qualquer um vestido com uma dessas peças, convenhamos que é necessário estilo, muito charme e bom gosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *